(Amores passados) Você e eu?

Christian Moreira l Um Livro Aberto

Eu não quero viver minha vida inteira pensando que você, exatamente essa pessoa tão especial, poderia ser o amor da minha vida. Eu imaginei que nosso futuro estava escrito nas estrelas e que a cada palavra e cada experiência trocada poderíamos construir um mundo onde apenas o nosso amor bastasse. Eu cheguei a pensar que era. Sempre acreditei no sentido da palavra amor e aos poucos amadureci. Foi então que vi que os meus primeiros planos, aqueles bem especiais e ingênuos, se desfizeram pedaço por pedaço. Percebi então que não compartilhávamos os mesmos sentimentos, que você não estava ao meu alcance, que apenas não funcionaria se apenas eu fosse à sua direção. Acho que basicamente é isto, apenas não aconteceu. Afastei um pouco a ideia de te ter ao meu lado algum dia, refiz os meus planos e segui na direção do que fazia meu coração mais feliz, ou seja, fui atrás dos meus sonhos. 

A primeira reação das pessoas quando iniciam um relacionamento é nomear como amor, mas será que ele não é algo que ainda não entendemos algo que não acontece quando simplesmente conhecemos outro alguém e nos apaixonamos? Esse sentimento é mais complexo, é algo inevitável, já que em algum momento da sua vida você vai conhecer pessoas que vão te fazer questionar o sentido dessa palavra: amor. Eu te amei (talvez) e te conheci (tão pouco); Imaginei que o mundo era tão pequeno (e como estava enganado!). É inevitável pensar nas possibilidades, imaginar uma possível solução para um erro do passado, mas eu não me arrependo de ter cultivado um sentimento tão puro como este, não me arrependo de nenhuma palavra, de nenhum sorriso que eu coloquei no seu rosto, porque eu sou assim, apenas cultivo e demonstro o que existe de melhor em mim. 




2 comentários:

  1. Nossa, que texto mais tocante, poucas palavras mas que falam com o coração. Uma boa forma de pensarmos e analisarmos nossa vida, nossos atos e nossos sentimentos...

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Muito lindo esse texto, super tocante! E essa música do Ed, ahhh... <3

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir

Compartilhe com outros leitores sua opinião