(Amores passados) Rascunho de um breve canto de liberdade

Seja livre para explorar o desconhecido, seja livre meu querido sonhador. 

O meu amor faz parte do meu ser. Não adianta você querer me prender. Como um pássaro preso prestes a voar sinto minhas asas se preparando. No meu corpo, no meu peito, na minha mente, eu sinto que estou prestes a ser livre. Preso. Luta. Conquista. A dificuldade em cada passo, a lágrima que percorre o meu rosto, o meu voo desafiará as leis, quero soltar as correntes que me prendem a tristeza, quero soltar as correntes que me prendem e fazem mal.
Por Christian Moreira, Um Livro Aberto.

Christian Moreira l Um Livro Aberto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe com outros leitores sua opinião